Cursos e Palestras

Seja curioso(a) e perseguidor(a) do conhecimento!!!

4 de Dezembro Dia de Iansã

História

Filha de Afefé com Iroco e irmã gêmea de Obá, Iansã é aquela que gosta de participar de tudo, é vingativa com aqueles que não sabem respeitá-la, porém não mede esforços para agradar quem a reverencia. Senhora do fogo, dos raios e da guerra, é ela quem traz as tempestades e a ventania para varrer a maldade humana da face da terra. Iansã andava pelo mundo se aventurando, onde quer que ela soubesse haver algo impossível para se fazer, lá estava ela se propondo a obter mais uma conquista. Á sensual deusa dos ventos e tempestades possui temperamento forte, impetuosidade, tanto que não possuía medo de nada nem mesmo das almas do purgatório. Tão elegante como mulher, pode se tornar tão forte e guerreira como um soldado, podendo se transformar num búfalo ou fazer os ventos soprarem a seu favor. Oyá, seu nome verdadeiro, é a  representação das mulheres que conquistam o seu espaço, que não dependem dos homens e que gostam de ousar e serem obedecidas. Abdicou do amor de Ogum para se unir aos prazeres carnais e materiais de Xangô, mas há quem exponha que nunca deixou de ter contato intimo com Ogum.

Iansã governa a moda, as fazendas bonitas e coloridas que cobrem o seu corpo da cor de cobre. Quando dança, ela balança seus braços como se dissesse por gestos ” sou como o vento que crio – livre”!.

Seu dia é quarta-feira junto com Xangô e a segunda-feira junto com Obaluaiê. Suas cores são o vermelho e o marrom pelo casamento de Xangô. Seu instrumento principal é o ” Iruexim”, crina de rabo de boi ou cavalo que usa para espantar Eguns. Também possui uma espada e um chifre de búfalo.

SAUDAÇÃO: EPARREI  !!! ( salve, sempre alegre).

SINCRETISMO: Santa Bárbara , Santa Joana d’Arc.

Bibliografia; Dicionário de Umbanda Ademir Barbosa Júnior –  pág. 108

 

LENDA

Iansã ganha seus atributos de seus amantes

Iansã usava seus encantos e sedução para adquirir poder. Por isso entregou-se a vários homens, deles recebendo sempre algum presente. Com Ogum, casou-se e teve nove filhos, adquirindo o direito de usar a espada em sua defesa e dos demais. com Oxaguiã, adquiriu o direito de usar o escudo, para proteger-se dos inimigos. Com Exu, adquiriu os direitos de usar o poder do fogo e da magia, para realizar seus desejos e os de seus protegidos. Com Oxóssi, adquiriu o saber da caça, para suprir-se de carne e a de seus filhos.

Aprimorou os ensinamentos que ganhou de Exu e usou de sua magia para transformar-se em búfalo, quando ia em defesa de seus filhos. Com Logum Edé, adquiriu o direito de pescar e tirar dos rios e cachoeiras os frutos d’aguá para a sobrevivência sua e de seus filhos. Com Obaluaiê, Iansã tentou insinuar-se, porém, em vão. Dele nada conseguiu.

Ao final de suas conquistas e aquisições, Iansã partiu para o reino de Xangô, envolvendo-o, apaixonando-se e vivendo com ele para a vida toda. Com Xangô, adquiriu o poder do encantamento, o posto da justiça e o domínio dos raios.

Bibliografia: Mitologia Dos Orixás – Reginaldo Prando – 166

Entendendo sua espiritualidade e cuidados que se deve ter

Bate papo e orientação para todos aqueles que querem entender sua espiritualidade e cuidados que se deve ter.

Duração: duas Segundas-feiras

Data: 06/07/2015 e 13/07/2015

Local: Casa Espiritualista Luz de Asas

Horário: 20h às 22h

Investimento: R$ 20,00

Informações: celular (11) 9.4881.2446 (TIM)