26 DE JULHO – DIA DE NANÃ BURUQUÊ

BOM DIA A TODOS 26 de Julho é Dia de Nanã Buruquê. Sincretizada com Santa Ana ou Sant’Ana que é a Mãe de Nossa Senhora e Avó de Jesus. Nanã é a Senhora dos Lagos, Nanã quer dizer a Avózinha, Nanã é minha avó, é uma maneira de se referir aquela que é a mais velha. Buruquê vem de Buru e Ikú, Ikú quer dizer morte, inclusive existe um Orixá que se chama Ikú, Orixá da morte que pra nós está no campo no Omolu. A mãezinha que nos protege de uma morte ruim, é a protetora nesse campo. O seu ponto de força são os lagos, ou rios muito largos onde a água corre muito lentamente, assim como é o andar e o caminhar do mais velho, lento. São o estereótipo do Preto e da Preta Velha No negativo as filhas de Nanã Buruquê podem se tornar ranzinzas, mas no positivo são pacientes, tranquilas, são muito sossegadas. Nanã tem uma força decantadora, é uma água parada, onde você joga uma pedrinha e isso é puxado ao fundo, isso puxar ao fundo é uma força decantadora. Nanã lida muito com os aspectos do nosso inconsciente. Quando nós vamos encarnar toda a nossa memória ancestral e milenar tem que ser adormecida, apagada, guardada e isso tudo vai para o nosso inconsciente. Quem puxa toda a memória para o inconsciente é Nanã Buruquê, é como se o seu cérebro, a sua mente metaforicamente é como um lago em que Nanã puxa tudo lá pra baixo para o inconsciente e fica tudo ali guardadinho. Ela lida muito bem com os aspectos negativos...

O VENTO

BOA TARDE AMIGOS E IRMÃOS DE FÉ ! O VENTO  Certa vez, uma senhora foi até Uberaba e lá, diante do Chico, começou a se queixar de que não conseguia nada do que precisava, mesmo trabalhando na Doutrina e orando dia e noite. Ao ouvir suas queixas, Chico lhe disse: – Quando a gente tem fé, quando confia, eles ajudam, minha filha! Uma vez, em Pedro Leopoldo , eu ensinava catecismo às crianças, mas, um dia, me proibiram. Eu ensinava catecismo para quarenta crianças… e fui proibido porque me tornara espírita. Fiquei em casa. Mas as crianças queriam o tio Chico… Então as famílias levaram as crianças lá em casa. E eu fiquei com muita pena, porque na igreja elas tinham lanche. Já eram duas horas e eu só tinha água e uns pedacinhos de pão em casa. Eram quarenta crianças… Como eu iria alimentar aquelas crianças? Eu fiz uma prece e pedi a Deus que me ajudasse, porque elas não podiam ficar sem comer. Como é que eu iria fazer? Estávamos embaixo de uma árvore. E, então, um vento muito estranho começou a balançar as folhas da árvore. O vento uivava entre os galhos daquela árvore. Uma vizinha saiu e perguntou: — Chico, que é isso? Que barulho é esse? — O vento… — O vento?!… E essas crianças aí? — Catecismo!… — Você não deu nada para elas comerem? — Não tenho!… — Oh, Chico! Eu tenho, aqui, bolo e pão. E a outra vizinha do lado também apareceu e perguntou: — O que foi isso, Chico? Que vento foi esse? — O vento… — E essas...

OFERENDA MAIS PODEROSA

BOA TARDE AMIGOS E IRMÃOS DE FÉ, BOM INÍCIO DE SEMANA PARA TODOS ! A OFERENDA MAIS PODEROSA NA UMBANDA: – 1 pacote de amor em pó, para que qualquer brisa possa espalhar para as pessoas que estiverem perto ou longe de você; – 1 pedaço generoso de fé, em estado rochoso para que ela seja inabalável; – Algumas páginas de estudo doutrinário, para que você possa entender as intuições que recebe; – 1 pacote de desejo de fazer caridade desinteressada em retribuição, para não “desandar” a massa; – Junte tudo isto num alguidar feito com o barro da resignação e determinação e venha para o terreiro. – Coloque em frente ao Congá e reze a seguinte prece: “Pai, recebe esta humilde oferenda dada com a totalidade da minha alma e revigora o meu físico para que eu possa ser um perfeito veículo dos teus enviados. Amém.” Pronto! Você acabou de fazer a maior oferenda que qualquer Orixá, Guia ou Entidade pode desejar ou precisar… “Antes de levar sua oferta ao altar, perdoe seu irmão!” Isso significa que de nada valerá as ofertas , se teu coração estiver contaminado de sentimentos ruins. Autor...

TODOS OS ORIXÁS SÃO MEUS PAIS E MÃES !!!

  Eu sou filho da alegria, das encruzilhadas !!! Eu sou filho da coragem, das estradas !!! Eu sou filho da caça, das matas !!! Eu sou filho dos mistérios, das folhas !!! Eu sou filho da saúde, dos cemitérios !!! Eu sou filho dos ventos, das tempestades !!! Eu sou filho do fogo, da justiça !!! Eu sou filho das águas doces, do amor !!! Eu sou filho da pesca, da fartura !!! Eu sou filho do arco-íris, da chuva !!! Eu sou filho do Sol, da cobra sagrada !!! Eu sou filho da guerra, dos rios !!! Eu sou filho das risadas, da infância !!! Eu sou filho da sabedoria, dos ancestrais !!! Eu sou filho da velhice, da árvore divina !!! Eu sou filho das bruxas, dos pássaros da noite !!! Eu sou filho do conhecimento, dos pântanos !!! Eu sou filho do mar, das ondas !!! Eu sou filho da paz, sou filho da guerra !!! Eu sou filho do céu, sou filho do pai-de-todos !!! Eu sou filho dos Orixás !!! Fonte: Puro...

LINDA MENSAGEM PARA VOCÊ

  “‘Não sou branco, negro, amarelo ou vermelho. Sou um cidadão do universo, no momento, estagiando como Ser humano na escola terrestre. Não sou homem ou mulher, nem alto ou baixo. Sou uma consciência oriunda do plano extrafísico, uma centelha vital do Todo que está em tudo! Tenho a cor da Luz, pois vim das estrelas. Sei que o meu tempo aqui na Terra é valioso para minha evolução. Não há religião acima da verdade. O Divino pode se manifestar em miríades de formas diferentes. Só se escuta a música das esferas com o coração. Nada pode me separar do “Amor Maior Que Governa a Existência”. Espiritualidade não é um lugar, grupo ou doutrina. É um estado de Consciência do Ser. Ninguém compra Discernimento ou Amor. Não há progresso consciencial verdadeiro se não houver esforço na jornada de cada um. O dia em que nasci não foi feriado na Terra. E no dia em que eu partir, também não será! Tudo que penso e sinto se reflete em minha aura. Minhas energias me revelam por inteiro. Logo, preciso crescer muito, para melhorar a Luz em mim. Não vim de férias para o mundo, mas para aprender, trabalhar e vencer a mim mesmo nas lides da vida. Não sou o centro do universo e sem a Luz não sou nada! Sem Amor, o meu coração fica seco… Sem espiritualidade, meu viver perde o sentido. Os guias espirituais não são minhas babás extrafísicas. Eles são meus amigos de fé e trabalho… Ninguém sabe tudo e conhecimento não é sabedoria. Todos somos professores e alunos uns dos outros. Não nasço nem morro,...