23 de Abril – Dia de Ogum

23 de abril Dia de Pai Ogum – sincretismo São Jorge. Ogum é o guerreiro, general destemido e estratégico, é aquele que veio para ser o vencedor das grandes batalhas, o desbravador que busca a evolução. Filho de Iemanjá com Oxalá é irmão gêmeo de Elegbara, por isso tem algumas características iguais, como a irreverência, pois é um Orixá valente, traz na espada tudo o que busca. Ele teve um único filho com Iansã, Logum-Edé mas não pode criá-lo por estar sempre envolvido em batalhas. O impetuoso senhor da guerra é a representação clara da conquista, é o desbravador na conquista de novas terras. Senhor das paixões e líder nato. Sua autoridade vibra com tanta ênfase que possui uma legião de pessoas como adoradoras no Brasil todo, sendo um dos Orixás mais conhecidos no Brasil. Esse poderoso Orixá tem coligação com o militarismo, com as metalúrgicas, os carros velozes e os esportes em geral, muitas vezes os radicais e perigosos. Ogum é o companheiro de estrada, o camarada que bebe com os companheiros. Tem como personalidade a estratégia e o autoritarismo, destacando ser submetido aos comandos de outros, orgulhosos, Ogum é como o ferro que não se dobra. Sua cor é o azul escuro ( Candomblé) ou vermelho e branco (Umbanda), assim como o metal é na fornalha. O seu dia é terça-feira e a sua saudação é ” Ogunhê ” (Olá, senhor da guerra). A espada é o seu instrumento. Que o Axé de Pai Ogum esteja com todos dando forças para vencer as dificuldades do dia a dia. Salve suas força.   LENDA Ogum viva em sua...

Dia de Logun-Edé 19 de abril.

Boa tarde irmãos de fé e amigos. História Hoje 19 de abril Dia de Logún-Edé Orixá multifacetado, príncipe da herança, da floresta da guerra e da vaidade, pois é filho de quatro Orixás: Ogum, Iansã, Oxossi e Oxum, comandando assim junto com todos. Logún-Edé nos faz acreditar na força espiritual, sendo ele príncipe das influências positivas entre o espírito e a matéria. Ele foi o último Orixá a nascer na terra, por consequência é o mais novo. Belo e encantador, senhor da fartura e da fortuna, cuida para que nenhum de seus filhos passe por necessidades materiais. É a manifestação da felicidade, sempre aparecendo a sorrir. Seus olhos transmitem doçura. É um Ode menino dividindo parte de seu tempo com o pai nas matas, a caçar, e com a mãe nos rios, a pescar e a cantar. Principe de Ijexá é considerado um Orixá andrógeno que possui as polaridades masculina e feminina num só ser. Isso não significa que seus filhos sejam homossexuais. O Orixá é muitas vezes solitário como o pai mas em outros momentos, é vaidoso e dado às festas como a mãe. Seu dia da semana é a quinta-feira. Tem como as suas cores o azul claro do pai e o ouro da mãe. Sua saudação: Loci, Loci Login! O príncipe tem vários instrumentos como abebê ( espelho) de Oxum, o Ofá ( arco e flecha) de Oxossi e a Irukerê ( rabo de cavalo para espantar moscas) que só os reis podem usar. Tem por particularidade viver seis meses do ano sobre a terra, comendo caça, e os outros seis meses, sob as águas de...

Boa tarde irmãos de fé e amigos. Alguns esclarecimentos: STF confirma validade do sacrifício de animais em cultos religiosos. O STF confirmou a constitucionalidade do sacrifício de animais na realização de cultos de religiões de matrizes africanas. A questão foi definida por meio de um recurso do Ministério Público do Rio Grande do Sul contra uma decisão do judiciário local que definiu que o sacrifício dos animais não viola o Código Estadual de Proteção aos animais. A norma local definiu que os rituais de sacrifício nas religiões africanas não são inconstitucionais, ” desde que sem excessos ou crueldades”. O Ministro Alexandre de Moraes afirmou que houve confusão de rituais religiosos de sacrifício com práticas de magia negra, nos quais os animais seriam maltratados. ” O RITUAL NÃO PRATICA CRUELDADE” Várias fotos de animais mortos e jogados em estradas e viadutos, não tem nenhuma relação com religiões de matriz africana. ” HOUVE UMA CONFUSÃO, COMPARANDO EVENTOS QUE SE DENOMINA POPULARMENTE DE MAGIA NEGRA COM RELIGIÕES TRADICIONAIS NO BRASIL DE MATRIZ AFRICANA”, afirmou o ministro. Para o ministro Luis Roberto Barroso, há desconhecimento sobre como são conduzidos os rituais nas religiões de matriz africana. Na Umbanda, em cuja fundamentação não existe o corte, embora diversas casas dele se utilizam, por influência dos Cultos de Nação, os elementos animais, quando utilizados, crus ou preparados na cozinha, provém dos açougues. Os animais criados em terreiros de Candomblé não podem sofrer. Algumas partes são utilizadas para rituais, as demais são consumidas como alimento pela comunidade e pelo entorno. Salvo algumas situações a Umbanda se utilizado corte . Todas as casa sérias precisam ser respeitadas,...

HISTORIA DA CRIAÇÃO DE OLORUM

Boa tarde irmãos de fé e amigos!   – Deus ( Olorum) queria um bolo, pediu a OXALÁ que preparasse um. Oxalá como tudo cria, disse que assim o faria, mas não tinha noção de como seria realizado esse tal pedido…. Então encontrou OXUM e pediu-lhe: -OXUM, você que é DONA DO AMOR E SABE LIDAR COM OS SENTIMENTOS, convença com sua doçura os Orixás a ajudarem a criar um bolo para Deus. Oxum disse que assim faria. E com seu AMOR, foi aos poucos convencendo os Orixás a ajudarem a fazer o bolo. Mas faltava CONHECIMENTO de como iriam começar a realizar tal tarefa. Então, pediram a OXÓSSI que desse a receita para que o bolo fosse feito. – OXÓSSI, em sua infinita SABEDORIA, se comprometeu a informar quais seriam os ingredientes a serem usados para o bolo. E assim foi informando um a um. Mas disse: – Eu sei a receita, mas tenho uma dúvida: Qual ingrediente vem primeiro? Qual a ordem? O que vai primeiro? A água? Os ovos? A farinha? E agora? Todos ficaram pensativos, mas ele concluiu: ” Quem pode ajudar é OGUM, que irá colocar tudo em seu devido lugar. Ele é quem irá DIRECIONAR cada ingrediente”. E assim foi feito. -OGUM separou ingrediente por ingrediente e deixou lá, para que assim fizessem o bolo. Mas então surgiu outro problema: Como é que o bolo ganhará sustento? Como ele terá EQUILÍBRIO? Foi então que pediram para que XANGÔ equilibrasse e trouxesse sustento para o bolo. Afinal, tudo tem a medida certa, e melhor não exagerar na dose. Assim XANGÔ deu a ” medida”...